January 31, 2022
Diferença entre dados, análises e insights

Qual é a diferença entre dados análises e insights? São palavras muito usadas e discutidas, mas a realidade é que poucos sabem diferenciar com clareza.

Se você baseia suas decisões em dados e procura o melhor resultado para os seus negócios este post é pra você. Nele compartilhamos um pouco da nossa visão sobre o assunto e procuramos esclarecer a relação entre os 3 termos.

Dados, análises e insights: como eles estão conectados?

São os dados que compõem as análises, necessárias para a construção de insights profundos e completos. Quando se fala em Insights é importante ter noção de que eles são extremamente valiosos pois trazem as informações necessárias para criar um ambiente de "qualidade e inteligência da informação".

Os insights são extremamente propícios para desenvolver o alto desempenho organizacional porque trarão gatilhos para realizar ações de melhoria e evolução nos processos.  

No entanto, essas informações não podem ser obtidas sem os dados. E os dados dependem da análise para tornar a informação de fato útil.

Quero ampliar meus resultados agora! Clique aqui

Mas, existe mesmo a necessidade de alguém buscar a informação?

Existe mesmo a necessidade de uma pessoa no time, ou um gestor que passa parte do tempo buscando informações? Essa é uma pergunta importante, pois na prática o que mais se observa é pessoas tomando decisões para o futuro, olhando para o passado.

Isso acontece porque a informação certa não chega na hora certa, então fica-se num ciclo sem fim de busca de informação, tomada de decisão. Quando a informação precisaria ser entregue a pessoa na hora certa automaticamente.

A velocidade em que os ciclos de acompanhamento decorrem é fundamental para ter sucesso. É preciso esclarecer isso antes de entrarmos mais a fundo sobre cada um dos 3 ítens.

Porque? Por que os insights só serão significativos realmente se "chegarem" no timing certo. Caso contrário a gestão continua sendo lenta e atrasada. E isso é indicador de baixa eficiência nas decisões.

As coisas não podem acontecer no dia a dia da sua empresa, e você simplesmente não saber. Pessoas, processos e várias outras variáveis do cotidiano podem (e vão dar) problemas, mas o ponto é conseguir usar os dados, as análises e os insights para minimizar as perdas.

Vale citar o post com pesquisas que fizemos sobre o tema "Quanto tempo as pessoas perdem buscando informação". Fizemos uma pesquisa aprofundada e mostramos o quanto isso aumenta o custo e afeta o desempenho de um time.

As 3 etapas das empresas data-driven

Para facilitar podemos classificar os três numa lista de passo a passo para você obter resultados cada vez melhores:

  • Etapa 1. Coletar Dados
  • Etapa 2 . Aplicar análise
  • Etapa 3. Interpretar idéias

A essa altura, esperamos que já tenha ficado claro que você precisa ter dados (de qualidade e confiáveis, diga-se de passagem). E a partir deles você pode realizar análises (ou deixar que o robô da Rampfy faça por você) e receber insights para alavancar os negócios.

O que são dados?

Dados são as informações que você obtém dos usuários, como informações demográficas, comportamento, atividade entre outros.

Hoje, temos acesso a mais dados do que nunca. De fato, mais dados foram criados nos últimos dois anos do que em toda a história da raça humana!

Com tantas maneiras de se conectar e acessar a Internet, a coleta e o armazenamento de dados se tornaram cada vez mais desafiadores. O big data é a nova regra, pois as empresas coletam dados do usuário em vários canais, incluindo aplicativos, e-mail e navegação na web, entre outros.

Apesar dessa enorme quantidade de dados, é extremamente difícil entender os pontos de dados puros. Torná-los organizados e de fato, úteis.

Obs: No final do texto você encontrará um exemplo completo para mostrar a relação entre dados, analytics e insights.

O que é o Analytics?

O Analytics é a descoberta de padrões e tendências reunidos em seus dados.

Os dados são um conjunto pouco útil (na maioria das vezes) sem análises. Há um enorme valor nos dados, mas sem a análise é praticamente impossível explorar esses recursos. As análises podem ser feitas de forma automática por inteligência artificial como a que usamos na Rampfy.

Com o cruzamento destas informações, é possível se chegar a diversas análises.

  • Cruzar as vendas do dia e a localização para saber quais locais tem melhor desempenho comercial/lucratividade
  • Avaliar as vendas e os vendedores que fazem operações de maior rentabilidade
  • Em quais produtos se obtem a maior rentabilidade (o que pode levar a investir mais em x produto, ou até mesmo descontinuar o produto y)

As possibilidades são diversas. Com apenas alguns conjuntos de dados e que possam ser organizados com algum propósito pode-se chegar a conclusões fantásticas.

O grande problema é que na maioria das vezes isso precisa ser feito por pessoas, quando na realidade já existe inteligência artificial para resolver este problema.

O que são Insights?

Insight é o valor obtido através do uso de análises. As idéias obtidas através da análise são incrivelmente poderosas e podem ser usadas para expandir seus negócios enquanto identificam áreas de oportunidade.

O Insights fornecem o gatilho para desencadear novos movimentos inteligentes.

A inteligência artificial e predição que a Rampfy.com proporciona ao mercado, causa disrupção pois a informação está num nível privilegiado. Quem sabe aproveitar o uso do big data, está muitos passos a frente dos concorrentes por saber o que se passa por todas as camadas da empresa.

Infográfico com resumão pra revisar:

O poder das empresas orientadas por insights

Você pode ter montanhas de pontos de dados, mas precisa ser capaz de digerir e organizar esses dados de uma maneira que permita obter informações valiosas, ou então tudo isso é inútil.

O valor real dos dados e análises reside na capacidade de fornecer informações valiosas. E se eu disser a você que você pode receber insights no seu celular por meio de push e notificações?

As melhores idéias são acionáveis ​​e prescritivas - elas podem ser usadas para executar ações imediatas que melhorarão seus negócios e informarão seu caminho futuro.

Vamos dar um exemplo - portanto se coloque na posição de gestor da área comercial de uma empresa do varejo:

  • Os dados podem mostrar os valores de faturamento e lucratividade das vendas realizadas no Brasil nos últimos 30 dias.
  • Analytics pode mostrar qual as áreas de maior faturamento, e as de maior lucratividade por estado
  • Os insights podem revelar que se comparado a médias de mercado, existe possibilidade de crescimento de 30% da lucratividade em São Paulo - SP e 27% no Recife - PE.

Em seguida, é necessário avaliar o por quê dessas regiões apresentarem margem de lucratividade abaixo do mercado.  Será os produtos vendidos abaixo do preço? Os vendedores, ou algum vendedor esteja abrindo muito desconto na loja? Certo em qual loja? E por aí vai...

Os insights te permitem ter parâmetros rápidos e assertivos para tomar decisões melhores. As informações preditivas te permitem resolver rapidamente pequenos problemas, para que não se tornem um grande problema.

Agora vale ressaltar que aplicativos de inteligência artificial e predição como o da Rampfy não substituem um BI, eles serão usados em conjunto.

Falta de Insight = Falta de Engajamento

Muitas empresas e marcas não conseguem aproveitar oportunidades internas e externas simplesmente porque não tem acesso a insights, ou porque as ideias não surgem no tempo ideal.

Aplicações de inteligência artificial e predição quebram esse paradigma a partir do momento em que trazem ao conhecimento informações sobre seus processos, pessoas e a capacidade de criar novas oportunidades e melhorias dentro da organização.

Você consegue usar seus dados, análises e insights para ter resultados incríveis? Se não, o que te impede?

Escrito por
Daniel Nones
January 31, 2022
Recomendado

Junte-se a mais de 500 empresas líderes na America Latina. Inicie assistindo uma demonstração do Rampfy.

Assistir demonstração