January 31, 2022
O que é Big Data e qual sua utilidade para o mundo digital?

Estima-se que todo o conteúdo digital criado em 2020 seja composto por 35 trilhões de gigabytes de informação (prato cheio para o Big Data).

A humanidade atravessa seu momento mais produtivo, principalmente em razão da popularização da tecnologia.

No entanto, fique esperto: é importante não confundirmos quantidade com qualidade.

São duas noções completamente diferentes e isso fica muito claro na análise do cenário digital.

Não é à toa que falamos tanto em fake news, isto é, notícias falsas que atravessam a internet sem nenhum ceticismo aplicado sobre elas.

Como transformar informação em conhecimento? Como integrar todo esse material de forma inteligente e vantajosa?

Bem-vindo ao mundo Big Data.

Facilitando análises

Em geral, Big Data descreve um tipo de ferramenta capaz de armazenar e analisar informações de várias fontes ao mesmo tempo.

Essa integração gera uma capacidade única de adaptação para o negócio, essencial para a sobrevivência de qualquer empresa no mercado atual.

Grande parte desse potencial adaptativo nasce da preditividade gerada pelo acesso antecipado, coeso e lógico às informações até então dispersas.

Sabendo da quantidade esmagadora de dados que o contato com o mercado impõe, reunir meios de lidar com eles é apostar no que interessa: mais análise lógica e menos feeling para tomada de decisão. 

O que o Big Data faz pelo gestor?

A atenção aos detalhes tem sido o diferencial das grandes corporações e não é preciso ir longe para entender o porquê.

Cientes da competição acirrada entre as organizações, os gestores de alta performance entendem que a vitória está além do óbvio.

Aquilo que passa despercebido para a maioria das pessoas é ouro para o gestor que sabe o potencial da informação bem trabalhada.

Exemplos disso não faltam. 

Como já citado em outros artigos deste Blog, todos os setores de uma empresa são beneficiados quando a análise de dados é competente.

Finanças, marketing, vendas e recursos humanos são alguns deles.

Investir em racionalidade quando a maioria expressiva dos executivos ainda aposta em sorte, sensação e emoção é chave para resultados excepcionais.

Racionalize seu negócio

Organização, integração e análise de dados são os pontos fortes que o Big Data proporciona. 

Colocar o processo em um eixo racional é permitir que as decisões sejam tomadas com consciência das variáveis e do contexto.

Nesse sentido, uma ferramenta tão rica faz milagre ao otimizar seu tempo para focar no que realmente depende de atenção especial.

No entanto, isso não é tudo.

Dado o avanço da tecnologia de IA (Inteligência Artificial), já é possível mover a informação limpa e coesa até o gestor.

Isso faz do Big Data o fundamento de um sistema muito mais eficiente e complexo, que leva as análises preditivas a quem, estrategicamente, precisa recebê-las.

Escrito por
Luiz F. Kuestner
January 31, 2022
Recomendado

Junte-se a mais de 500 empresas líderes na America Latina. Inicie assistindo uma demonstração do Rampfy.

Assistir demonstração