January 31, 2022
Quanto tempo as pessoas perdem buscando informações?

Quanto tempo as pessoas perdem buscando informações?O big data trouxe avanços tecnológicos gigantescos no que tange a geração de dados e armazenamento por parte das empresas, mas a verdade é que isso (na maior parte das empresas) ainda está longe de ser aproveitado de forma efetiva.As organizações ainda desperdiçam - e muito - seu valioso tempo em busca de informações. Muitas vezes devido a processos ineficientes, falta de padronização e ausência de tecnologias que transformem a informação em inteligência.Neste post você vai encontrar uma abordagem analítica para:

  • Quanto tempo as pessoas perdem buscando informações?
  • Qual o tamanho do problema?
  • Quanto isso representa em termos de custos para as organizações?
  • Conheça a solução escalonável para o problema

Qual o tamanho do problema?

A McKinsey informou que “os funcionários gastam 1,8 horas todos os dias - 9,3 horas por semana, em média - pesquisando e coletando informações. Em outras palavras, as empresas contratam 5 funcionários, mas apenas 4 comparecem ao trabalho; pois o quinto está em busca de respostas, mas não contribui com nenhum valor ”.Segundo o Interact Source, 19,8% do tempo de trabalho - o equivalente a um dia por semana de trabalho - é desperdiçado pelos funcionários que buscam informações para realizar seu trabalho com eficiência.Dados da IDC mostram que “ o profissional de conhecimento gasta cerca de 2,5 horas por dia, ou cerca de 30% do dia de trabalho, em busca de informações.Na maior parte do tempo, os trabalhadores ainda não encontram as informações necessárias para fazer seu melhor trabalho rapidamente. As informações espalhadas por e-mail, whatsapp, slides, documentos e planilhas são desconectadas e isoladas do trabalho que precisa ser feito.Isso geralmente leva a dados inacessíveis e desatualizados.

infográfico - Quanto tempo as pessoas perdem buscando informações?

Quanto a ineficiência custa a sua empresa?

O tempo gasto na busca da informação correta afeta a produtividade das organizações. É assustador encontrarmos pesquisas que mostrem analiticamente o quanto o excesso de informações, se não dispostas de forma a se tornarem inteligência atrapalham.As novas tecnologias, os sistemas de gerenciamento de conteúdo e conhecimento, os portais corporativos e as soluções de fluxo de trabalho melhoraram o acesso à informação, mas também criaram um dilúvio de informações que dificulta a localização do que realmente importa.Abaixo veja uma imagem que simula o ROI considerando os dados já apresentados:

ROI custo pela busca de informações

Essa análise prova por A + B o que todos já sabíamos, mas que antes era muito difícil de ser mensurado.

Quanto tempo as pessoas perdem buscando informações? - Perda de produtividade

Com base nas informações, um trabalhador gasta 2,5 horas por dia, procurando informações. Assumindo agora um salário médio anual de R$ 33.600,00 a incapacidade de encontrar e recuperar a organização dos custos, que emprega 1000 trabalhadores, seria de R$ 11 milhões por ano.

Duplicação

Richard West, gerente do sistema BAE (fabricante de defesa e aeronáutica) descobriu que engenheiros estavam trabalhando, em diferentes partes do país, precisamente sobre o mesmo problema - uma questão de construção de asa - mas em áreas muito diferentes, um avião militar e um Airbus. Continuando com nosso exercício, assumindo que os engenheiros gastem 30 minutos de seu dia a fazerem atividades duplicadas. E que o salário médio seja de 33.600,00 ao ano (o que deve ser muito mais) e uma empresa que emprega 1.000 funcionários desperdiça R$ 2,2 milhões por ano.Isso ocorre porque os funcionários exercem atividades redundantes, e duplicam a informação e conhecimento gerado na empresa.

Rotatividade de funcionários

Conforme o relatório da Nintex, a rotatividade em todos os setores aumentou de forma constante desde 2011. A crise de retenção depende não apenas de uma tendência natural, mas há outra grande parte da equação:

  • Processos empresariais ineficientes impedem que os funcionários maximizem seu potencial.

A solução escalonável para o problema

Ao simplificar o acesso a informação, podemos tomar decisões assertivas porém com uma facilidade muito maior.É essa autonomia e agilidade que a tecnologia deve fornecer as empresas, permitir que você e todo o seu time desfrute de todo o tempo disponível para bater as metas e atingir os KPIs.Entretanto essas decisões precisam ser baseadas em dados, a única alternativa é ser uma empresa data-driven.Pensando nisso algumas pessoas obcecadas por KPIs e gestão de alto desempenho criaram a Rampfy. A nossa solução te permite muito mais do que informações centralizadas e/ou organizadas.A solução utiliza data-mining e vai notificar você quanto seus KPIs e suas metas estiverem fora do esperado. Informação proativa e que pode entregar o que você mais precisa, e quando precisa na palma de sua mão.Para saber mais é só clicar na imagem, um de nossos especialistas vai entrar em contato com você!Obs.: e o seu tempo, ele é bem utilizado? Baixe nosso Checklist para Gestão e Otimização do Tempo e planeje com eficiência as suas atividades.

Escrito por
Daniel Nones
January 31, 2022
Recomendado

Junte-se a mais de 500 empresas líderes na America Latina. Inicie assistindo uma demonstração do Rampfy.

Assistir demonstração